2013

DSC01715 bianca 2Bianca Simãozinho Carvalho, 27 anos
Projeto: ONG Mundo Novo
Site: www.ongmundonovo.org.br
Região: Rio de Janeiro / RJ

Aos 16 anos, a jovem Bianca Carvalho resolveu colocar em prática seu sonho de criar uma instituição que levasse, por meio de oficinas culturais, oportunidades à comunidade do bairro de Chatuba, na cidade de Mesquita (RJ). Assim nasceu, em janeiro de 2003, a ONG Mundo Novo, com as atividades sendo realizadas em sua própria casa.

Atualmente, com sede própria, a instituição sem fins lucrativos leva oportunidades e uma nova visão de mundo para crianças, adolescentes, jovens e adultos da comunidade de Chatuba, por meio de programas educacionais, culturais e profissionalizantes. Além de agregar conhecimento e formação à população da região, o projeto também contribui para o desenvolvimento da própria comunidade.

 

ELISANGELA 224373_185378848261692_478435572_aElisangela Lopes Felix, 29 anos
Projeto: Resgatando Nossa Cultura
Site: www.filhosdacorrente.blogspot.com
Região: São Paulo / SP

Com foco no resgate da capoeira (angolana e regional), da musicalidade e da percussão, com sua origem matriz afro, o projeto Resgatando Nossa Cultura atua na reformulação e no desenvolvimento sociocultural da região de Parelheiros, São Paulo. A iniciativa propõe reduzir a vulnerabilidade social e cultural de jovens entre 07 e 29 anos, advindos das regiões de Parelheiros, Grajaú e Interlagos, que são encaminhados pelo conselho tutelar, sendo grande parte em situação de liberdade assistida e vítimas de violência doméstica.

O projeto propõe criar vias de acesso para a produção cultural, valorizando e fortalecendo a identidade e o patrimônio cultural brasileiro, por meio do resgate e da preservação das raízes afro descendentes. Seu principal propósito é gerar uma participação mais efetiva dos envolvidos na iniciativa, provocando a mudança da realidade local, por meio do exercício da cidadania.

 

neto foto faceJerônimo Gregório Frazão Neto, 25 anos
Projeto: Persona
Região: São Paulo / SP

O Projeto Persona surgiu em 2007, como resultado da união de quatro empreendimentos sociais atuantes na região do Campo Limpo, São Paulo, e adjacências. A partir da realização de ações sociais, são desenvolvidos trabalhos nas áreas de artes visuais, cênicas, esportes, cultura lazer, sensibilização ecológica, humana e pedagógica.

Atualmente, o Projeto Persona realiza cerca de 200 atendimentos, no período de oito meses, a crianças e adolescentes das comunidades da região do Campo Limpo, zona sul de São Paulo. Suas ações são voltadas ao desenvolvimento da personalidade e da criação de caráter de cada indivíduo, auxiliando-o a lidar com as diversas “máscaras” criadas ao longo da vida, sem perder o seu eixo e foco principal, uma vez que já se conhece por completo.

 

MARIANE FOTO PARA FACEBOOKMariane Ravagio Catelli, 23 anos
Projeto: O Turismo para além dos Olhos
Região: Ourinhos / SP

O projeto O Turismo para além dos Olhos surgiu a partir de pesquisa de iniciação científica “A Cartografia Tátil como forma de incentivo ao turismo inclusivo nas instâncias turísticas de Barra Bonita e Igaraçu do Tietê – SP”, realizada por Mariane Catelli na Universidade Estadual Paulista (UNESP) de Ourinhos e financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). O objetivo da pesquisa era compreender de que forma as representações gráficas táteis poderiam contribuir com um melhor entendimento do espaço turístico das duas cidades.

Foi por meio desse estudo, que Mariane teve um grande e enriquecedor contato com as pessoas com deficiência das cidades analisadas e de outras localidades, possibilitando compreender melhor sua realidade, vontades, desejos e necessidades. Assim, o projeto O Turismo para além dos Olhos propõe promover a inclusão social efetiva, por meio da transformação dos espaços físicos e da mentalidade da sociedade, garantindo o empoderamento das pessoas com deficiência.

 

Paola_Prandini foto facebookPaola Prandini, 28 anos
Projeto: AfroeducAÇÃO
Site: www.afroeducacao.com.br
Região: São Paulo – SP

Fundado em 2008, o AfroeducAÇÃO é um projeto social que remete à trajetória de luta pela consciência negra no Brasil, tendo já impactado mais de 1.500 pessoas, entre crianças, jovens, educadores e interessados na temática racial. Paola Prandini lidera a produção de conteúdos e a promoção de ações culturais para a difusão da cultura negra a partir da Educomunicação.

O intuito do AfroeducAÇÃO é ser referência nos mercados educacional e etnicorracial brasileiros, sob a perspectiva educomunicativa, buscando estabelecer ambientes que promovam o diálogo, o respeito e a possibilidade de ouvir e ser ouvido, por meio das tecnologias da informação e da comunicação. Nesse sentido desenvolve a produção de conteúdo educomunicativo para educadores que acessam o site da consultoria, a promoção de formação continuada a profissionais da educação e a produção cultural voltada à disseminação das temáticas de negritude, promovendo cineclubes, palestras, encontros e debates.

 

kelly foto para facebookEdilane Kelly Lima de Brito Ferreira, 30 anos
Projeto: Centro Cultural Gingráfica
Região: Natal / RN

Em 2009, o Contra Mestre Café (Neuber Lima) promoveu o evento Gingráfica, com o objetivo de reforçar o Dia da Consciência Negra por meio de apresentações culturais. O evento foi bem aceito pela comunidade e incentivou os idealizadores do projeto – Contra Mestre Café, Edilane Kelly Lima e Olavo Fernandes – a desenvolverem uma ação continuada. Assim, em 2012, o Centro Cultural Gingáfrica passou a existir de fato, com uma sede própria.

Atualmente, o Gingáfrica atende até 200 pessoas mensalmente em grupos de hip hop, taekwon-do, danças, percussão, artes circense e capoeira. As oficinas são ofertadas de forma gratuita por profissionais voluntários e abertas ao público em geral. O objetivo principal do projeto é a manutenção da cultura afro brasileira e o incentivo ao aumento no capital cultural dos participantes do Gingáfrica, visando o desenvolvimento sociocultural da comunidade África- Redinha, em Natal, no Rio Grande do Norte.

 

higor 2Higor Leonardo Melo Silva, 20 anos
Projeto: Grupo Sociocultural JovenSapiens
Região: Goianinha / RN

O desejo de fazer algo pelas pessoas sempre esteve presente na vida de Higor Melo. Assim, em 2011, Higor captou recursos e reuniu uma equipe de 40 jovens, de cinco cidades diferentes, para discutir ideias e planejar ações voltadas para a criação de um projeto social. Após quatro meses de visita a diversas comunidades do interior da cidade de Goianinha, o projeto teve início na comunidade Lagoa do Poço, levando para 180 crianças oficinas de teatro, roda de leitura, violão, capoeira, fantoche, pintura e futebol, além de uma ação voltada ao ativismo comunitário para 20 adolescentes da localidade.

Atualmente, o Grupo Sociocultural JovenSapiens envolve a comunidade na discussão de problemas locais pertinentes e na elaboração de soluções democráticas para tais. O grupo se utiliza das oficinas como meio de transmitir valores a crianças e adolescentes; de palestras, campanhas e eventos culturais na comunidade para gerar envolvimento dos moradores na melhoria da qualidade de vida local; e da realização de eventos em cidades vizinhas para inspirar outros jovens a iniciar projetos sociais. O grupo funciona como um convite ao envolvimento social e como despertador das capacidades dos moradores locais, atendendo 200 pessoas diretamente e 75 famílias indiretamente.

 

Foto maestro josevaldo para facebook 4Josevaldo de Almeida Silva, 26 anos
Projeto: Santo Antônio de Música
Site: http://blog.projetosantoantonio.org/
Região: Conceição de Coité / BA

Liderado pelo maestro autodidata Josevaldo Silva, o projeto Santo Antônio de Música é, atualmente, uma das mais importantes iniciativas desenvolvidas no semiárido baiano, oferecendo ensino de música a cerca de 130 crianças. Quarenta alunos oriundos do projeto e que tocam violino, violoncelo e flauta doce, entre outros instrumentos, formam a Orquestra Santo Antônio, que conta com um repertório diversificado, o qual prioriza a música regional nordestina.

O projeto surgiu por iniciativa da professora Maria Valdete, com apoio de seu irmão, o padre coiteense Antônio Ferreira, pároco da comunidade de Nossa Senhora de Fátima, em Nova Jérsei, nos Estados Unidos, onde realiza feijoadas anuais, além de rifas, doações e mobilização social, que geram renda para a compra de instrumentos e para a construção da escola de música e de um teatro para o projeto.

 

manasses 2Manassés Araújo de Lima, 24 anos
Projeto: Programa Especial de Capoeira
Região: Natal / RN

Manassés Araújo começou a frequentar as aulas de capoeira do Mestre Nivaldo Freire em 2004 e, por meio de seu esforço e vontade de aprender, sentiu a necessidade de contribuir para a inclusão da pessoa com deficiência na capoeira. Em 2006, iniciou um trabalho voluntário na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), de Natal, ministrando aulas lúdicas e interativas de capoeira, com a utilização de instrumentos musicais e movimentos específicos, sem se preocupar com a perfeição formal dos golpes e saltos, mas priorizando a participação prazerosa dos indivíduos nas diversas atividades da vida diária.

Assim nasceu o projeto Programa Especial de Capoeira, com o objetivo de: promover o respeito mútuo entre os cidadãos; incluir crianças, jovens e adultos com deficiência física, mental e/ou intelectual na capoeira, despertando neles a autovalorização; e proporcionar bem-estar físico, mental e social, desenvolvendo atividades coerentes com cada limitação de seus participantes. O projeto busca, por meio da prática da capoeira, a inclusão social da pessoa com deficiência intelectual ou múltipla junto à comunidade na qual está inserida, permitindo entre outras coisas a elevação da autoestima e o respeito ao próximo com base nos valores humanos.

 

vitor gomes lopes foto para facebookVitor Gomes Lopes, 24 anos
Projeto: Motivar
Site: http://www.projetomotivar.blogspot.com.br/
Região: Natal / RN

Vitor Gomes Lopes, engajado em iniciativas de inclusão social com ações voltadas ao combate da violência, a gestão cultural, aos direitos humanos e ao desenvolvimento comunitário, promove a educação de crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social por meio do Projeto Motivar, na comunidade de Vila de Ponta Negra, em Natal, Rio Grande do Norte.

O projeto conta com o apoio da Associação Brasileira Feminina de Bodyboarding (ABFBB), entidade sem fins econômicos e lucrativos, que tem entre suas finalidades promover a cultura, a arte e o lazer. Sendo assim, por meio da prática do Bodyboarding e de aulas de educação ambiental, yoga, reforço escolar e encaminhamento para o primeiro emprego, o Projeto Motivar tem como proposta o combate às desigualdades sociais, violência e consumo de drogas, assim como a formação esportiva e educativa dos jovens beneficiados pela iniciativa.

Clique aqui e confira do Folder do Prêmio Laureate Brasil 2013

0c4f9bc959d82e3d503d81beddff47d3pppppppppppppppppppppp