2016

christian-angelman-anhembiChristian Engelmann
25 anos
Projeto: Reverse
Site: reverseapp.net/portal
Região: Criciúma – SC
A Reverse é uma plataforma online, de gestão compartilhada de resíduos, que busca indicar os pontos corretos de descarte de resíduos de logística reversa. Para melhorar a qualidade de vida de todos os agentes da cadeia de resíduos precisamos tornar mais eficientes as atividades de empresas, pessoas e poder público, além de, principalmente, trabalhar com a educação e sensibilização de crianças, adolescentes e jovens adultos. Com isso, além de desenvolver a plataforma online com os pontos de coleta, a Reverse também oferece cursos de formação em educação e sensibilização ambiental em escolas e universidades. Com a plataforma de pontos, aumenta o fluxo de resíduos nas cooperativas de catadores. Com os cursos de formação, a Reverse educa a nova geração para que destine os resíduos corretamente. Já foram realizados cursos de formação com dezenas de crianças do ensino fundamental. A Reverse tem parceria com 3 prefeituras.

 

leonardo-cordeiro-capel-anhembiLeonardo Capel
24 anos
Projeto: A+Educação
Site: www.amaiseducacao.org
Região: Curitwww.amaiseducacao.orgiba – PR
A A+ Educação é uma plataforma de financiamento coletivo exclusiva para professores de escolas públicas. De acordo com o Censo 2014, o Brasil conta com 188.673 escolas, sendo que 79%, 149.098 escolas, são públicas. Os dados também apontam que apenas 30% dessas escolas possuem bibliotecas e quadras de esportes e 8% laboratórios de ciências. Além dessas estatísticas, sabe-se que o trabalho do professor, infelizmente, não é devidamente valorizado. Além da falta de incentivo para aperfeiçoar seus conhecimentos, seu salário é, em geral, baixo e seu plano de carreira está defasado. Nesse cenário, muitos professores perdem o brilho dos olhos que tinham no começo de suas carreiras. A A+ Educação espera que o professor retome esse sentimento que o fez seguir uma profissão tão linda. Desde seu lançamento, a A+ Educação já impactou mais de 3.180 alunos em todo o Brasil, com projetos no Maranhão, Paraná e Santa Catarina. Até o final de 2016 pretende impactar mais de 10 mil alunos, em 5 estados diferentes.

 

lucas-borges-carmo-de-oliveira-anhembiLucas Borges Carmo de Oliveira
29 anos
Projeto: Risü
Site: www.risu.com.br
Região: Belo Horizonte – MG
A Risü é um startup social, o primeiro Shopping do Bem on-line do Brasil que conecta consumidores, lojas on-line e causas sociais, transformando parte do valor de compras on-line em doação para uma causa social, à escolha dos consumidores. Assim, a Risü recebe e entrega a doação, de forma rápida, fácil e sem custo extra, de forma que cada vez mais pessoas se engajem socialmente. Em um ano, mil pessoas utilizaram a Risü gerando R$ 4 mil em doações que ajudaram na alimentação e transporte de 40 crianças com câncer bem como colaboraram com uma instituição para a compra de 11 mil comprimidos purificadores de água com o objetivo de proteger a vida de milhares de crianças no Nepal. Além disso, a Risü deu abrigo, alimento e castrou cães e gatos abandonados. Para os próximos três anos, a Risü pretende conseguir engajar mais de 2 milhões de pessoas a realizarem suas compras online e ajudar uma causa social.

 

luiz-hamilton-ribas-anhembiLuiz Hamilton Ribas
27 anos
Projeto: ASID Brasil
Site: www.asidbrasil.org.br
Região: Curitiba – PR
A Ação Social para Igualdade das Diferenças (ASID Brasil), é uma organização sem fins lucrativos que oferece uma metodologia de desenvolvimento de gestão para instituições filantrópicas – Escolas e Centros de Atendimento – com foco no desenvolvimento da pessoa com deficiência. Apesar de numerosas, estas instituições não conseguem atender a toda a demanda e estima-se uma fila de espera formada por dezenas de milhares de famílias carentes em todo o país, sem contar que muitas fecham suas portas por não terem conhecimentos administrativos. O objetivo da ASID é melhorar a qualidade de vida da pessoa com deficiência por meio de uma gestão profissionalizada das Escolas e Centros de Atendimento, que assim podem melhorar a qualidade de atendimento e aumentar o número de vagas ofertadas para a comunidade. Uma vez que os projetos são gratuitos para as instituições, a ASID recebe investimentos sociais, faz parcerias com empresas de grande, médio e pequeno porte, e recebe doações.

 

edson-doadoroline-unpEdson da Silva Rodrigues Junior
24 anos
Projeto: Doador Online
Site: www.doadoronline.com.br
Região: São Miguel dos Campos – AL
Em 2015, Edson Rodrigues acompanhou um caso em sua cidade de uma jovem com dificuldade em encontrar um doador de sangue B-. Após diversas postagens em redes sociais e anúncios na mídia local, ela encontrou uma voluntária à 200km de distância. Tocado pelo acontecimento, o alagoano Edson pesquisou mais sobre o cenário de doação de hemocomponentes no nordeste brasileiro e resolveu empreender na área, ajudando pessoas a se conectarem e terem mais conhecimento sobre os processos da doação. Junto com seus colegas universitários, o jovem de 22 anos criou um startup desenvolvendo uma plataforma inteligente, ágil e dinâmica de captação e fidelização de doadores, que localiza de maneira rápida e segura voluntários compatíveis e interage com doadores regulares informando sobre suas condições de doação. Seu desafio agora é expandir o alcance de sua plataforma, atendendo a todo o nordeste brasileiro e atuando em outras áreas da doação.

 

foto-perfil-levi-jucaFrancisco Levi Jucá Sales
28 anos
Projeto: Jovem Explorador
Site: jovemexplorador-ecomuseu.blogspot.com.br
Região: Pacoti – CE
Professor de ensino médio da rede pública, Levi Jucá, 28 anos, inova na educação de jovens e adultos na cidade de Pacoti, no Ceará. Inspirado na Imperial Comissão Científica de Exploração, que realizou explorações científicas no Ceará entre 1859 e 1861, ele criou o projeto Jovem Explorador buscando fazer com que estudantes se sintam como pesquisadores e cientistas, dinamizando e enriquecendo as possibilidades de aprendizado. Desde 2014, os jovens exploram a história e a natureza da cidade de Pacoti, situada na Serra de Baturité. A memória da cidade é resgatada enquanto os jovens colhem informações, documentos, histórias e artefatos da cultura e meio ambiente local, os quais são reunidos e fazem parte do, hoje ainda em construção, Ecomuseu de Pacoti. O Ecomuseu é fruto do trabalho de Levi junto a seus alunos que transformam a comunidade onde vivem e são transformados pela experiência e realizações do projeto.

 

foto-perfil-geovani-robson-2Geovani Robson Medeiros
24 anos
Projeto: Portal Cidade
Site: www.facebook.com/Portal-Cidade-1672008526380119
Região: Caicó – RN
Como aproximar a população da gestão de um município? Esse é um desafio que muitos governantes enfrentam, e que Geovani Robson começou a vencer. Ao participar de uma oficina de inovação com o objetivo de desenvolvimento local, o jovem da região do Seridó, 24 anos, teve a ideia de empreender criando um aplicativo que permitisse maior participação da população na resolução de problemas de sua comunidade. Utilizando a ferramenta, cidadãos podem ajudar os gestores a conhecerem os problemas de sua cidade e acompanharem o andamento da solução. Junto com alguns colegas, Geovani desenvolveu o aplicativo de celular Portal Cidade, pensando na facilidade e agilidade do contato com os entes governamentais. Através do aplicativo a mensagem do cidadão é encaminhada para uma plataforma online e dirigida aos setores responsáveis da administração do município por responder a solicitação. O desafio agora é expandir o alcance do aplicativo, e conseguir com que cada vez mais pessoas realizem uma gestão participativa de suas comunidades.

 

kiko-euzaria-unifacsJosé Kislansky
24 anos
Projeto: Euzaria
Site: www.euzaria.com.br
Região: Salvador – BA
Empreendedor com propósito. Desta maneira se define Kiko Kislansky, 24 anos, da Euzaria, em Salvador, que é formada por empreendedores jovens, sonhadores e inconformados com a realidade atual. Inspirado na frase de Mahatma Gandhi, “Se acha que és tão pequeno para mudar alguma coisa, tente dormir com um mosquito”, Kiko tem uma forte convicção de que todos podem fazer a diferença no mundo, unindo suas inquietações, paixões e talentos. Seu propósito é expandir a consciência de empreendedores e consumidores, viabilizando formas de utilizar o Capitalismo de uma forma consciente e humanizada, onde todo mundo ganha. Através de um modelo de negócio regido por um propósito muito além do lucro, a Euzaria conecta toda a sua rede através do amor e a incentiva a agregar valor à vida das pessoas e contribuir para o bem-estar da sociedade e do meio ambiente. Assim é o Movimento Euzaria: mais que produtos produzidos localmente, com respeito total as leis do comércio justo, as lojas oferecem ferramentas de transformação. Para cada compra, um ato de solidariedade é gerado para moradores em situação de rua, instituições beneficentes e ONG; além de parcerias com outras empresas e a Defensoria Pública, com projetos para capacitar moradores em situação de rua e inseri-los no mercado de trabalho formal. No ato da compra, o consumidor vive uma experiência: escreve uma dedicatória para quem vai receber o benefício gerado pela sua compra e recebe uma missão para fazer o bem, se tornando parte de uma rede infinita de gentileza, atitude, amor e consciência. Bem-vindo ao movimento Euzaria!

 

webson-santana-unifacsWebson Santana
25 anos
Projeto: O som do Sisal
Site: www.facebook.com/osomdosisal
Região: Conceição do Coité – BA
Webson é Co-autor de um projeto intitulado de O SOM DO SISAL, que tem o intuito de promover o intercâmbio cultural no Território do Sisal numa proposta criativa e inovadora, que engloba as esferas cultural, socioeconômica e da sustentabilidade. A ideia é justamente criar a possibilidade do reaproveitamento dos resíduos da cadeia produtiva do Sisal, e gerar mecanismos de preservação e manutenção da cultura local, dando um novo significado e fortalecendo a identidade de um povo que historicamente construiu a sua economia e tradições a partir dessa atividade agrícola. O projeto consiste em aplicação de oficinas de Luteria e Música. A Luteria consiste na construção e manutenção de forma artesanal de instrumentos musicais de corda, como violinos, violas, rabecas, etc. Este projeto desenvolve oficinas de construção de instrumentos musicais a partir da flecha ou haste do sisal (escape floral) e desenvolve oficinas de musicalização utilizando os próprios instrumentos construídos. A produção dos instrumentos, as oficinas de música e as apresentações realizadas pelos integrantes do projeto fazem parte de ações socioeducativas promovidas para os jovens da região.

 

maicksonMaickson Serrão
24 anos
Projeto: Embarcar
Site: www.embarcar.net/site
Região: Manaus – AM
Maickson Serrão, 24 anos, é da Vila de Boim, comunidade ribeirinha que fica cerca de 12h de barco de Santarém, Pará. Face às grandes distâncias entre as comunidades e cidades cobertas por meio fluvial exclusivamente e a falta de infraestrutura; Maickson “descobriu-se” empreendedor frente à dificuldade de obter informações sobre o transporte fluvial, pois a informação reside apenas nos guichês das empresas nos portos ou ainda, nas próprias embarcações. Criou o Embarcar, uma solução na plataforma web/ mobile para disponibilizar informações sobre como chegar às comunidades e cidades nas beiras dos rios, divulgando os barcos disponíveis. Mais adiante, evoluirá com a venda de passagens e ampliará os horizontes para Pan Amazônia. Maickson está em várias redes de jovens empreendedores e vive uma efetiva transformação nas perspectivas que, como jovem, sonhava para seu futuro. Atualmente reside em Manaus e é professor da rede estadual de ensino.

Clique aqui e confira do Folder do Prêmio Laureate Brasil 2016

06fb4ed987e42c24136ec17ae7897b8bvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv